domingo, 25 de março de 2012

Laudo 2.003


Imagem do blog Cajumila, acesso em 25/03/2012

Olhos deformados, com 5,0 graus de miopia e 3,0 de hipermetropia. Justificativa: “os traumas podem andar na superfície dos gestos ou nas profundezas do psiquismo” (sic). Seus músculos degeneram-se numa viciosa postura, procurando em vão sustentar o pescoço que se projeta, inconveniente. Vértebras torácicas cifosadas, de curvaturas semelhantes a um ponto de interrogação. Em conversas, observa-se que não é capaz de emitir as respostas médias, obrigando o interlocutor a elucidar conceitos perfeitamente razoáveis. Tal conduta sinaliza hiperestimulação do tronco cerebral, com os conseqüentes sintomas: 1) impulsos filosóficos; 2) perda da função de concordância com o interlocutor; e 3) rebaixamento da utilidade do cientista. Desorientação psico-religiosa: na maior parte do tempo ateu, porém adepto do zen-budismo. Reside com a mãe e dois cães, após o divórcio por causas financeiras. Incipiente coprolalia na presença de estranhos indica propensão à desordem. Leitor do Psyu. Hábitos sexuais inexistentes, relata passados relacionamentos saudáveis. Mãos franzinas, boa abdução e má adução do polegar, pelo muito abrir e fechar portas de maçaneta arredondada; bíceps medíocre, incapacitante para o trabalho braçal. Dada a precariedade dos recursos desta instituição, que no entanto louva os liberais direitos de nosso tempo, consideramos que este interno talvez seja proveitoso na portaria, para afastar as Testemunhas de Jeová e os vendedores de carnê do Baú. Vestes bizarras, de horrível gosto, sapatos ao rigor da moda e uma única camiseta xadrez, trazendo roupa de baixo em bom estado. Dois terços da bagagem consistem em CD´s de Música Popular Brasileira e livros de orientação teórica obscura, ao invés do sabonete que pedimos – investigar amnésia. Megalomania paranóide: atribuiu internação ao ativismo político. Teste positivo para THC e ervas aromáticas. Tez pálida, eliminações regulares e de cor castanho-escura, relata boa saúde.
Diagnóstico: psicólogo
Conduta: reeducável ou eletrochoque
Assina: Dr. Jasper Skinner Di Lombroso
P.S.: providenciar sabonete.
---
Texto que publiquei no extinto Psiu, em 2003. 

3 comentários:

  1. Fiquei imaginando se o diagnóstico de um Filósofo seria ainda pior! rsrs...

    ResponderExcluir
  2. Faça o seu, Sandro, não se acanhe! Abraço,Gisele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando fizer, publicarei aqui. se você deixar, é claro!

      Excluir

Facebook

Total de visualizações de página